Programa Arte Extrema 0057

quarta-feira, 22 de outubro de 2014

InteraBanger


A nova seção do Blog Arte Metal, InteraBanger, além de procurar inovar e tirar o veículo de certa rotina, tem o intuito de interagir com o leitor, músicos e especialistas no assunto sobre álbuns polêmicos ou não de bandas já consagradas e relevantes.

Desta vez trouxemos o Exodus que lançou recentemente “Blood In Blood Out” trazendo de volta e quase que instantaneamente Steve "Zetro" Souza no vocal. Houve muito ‘bafafa’ antes do lançamento, mas parece que o disco surpreendeu a todos. Confiram os comentários abaixo.

“Achei bom nada de espetacular, já esperava que fosse bem agressivo e rápido com a volta do Zetro, o Exodus voltando as raízes do Thrash Metal depois de uma longa passagem pelo Groove com Rob Dukes nos vocais. Particularmente eu sempre gostei mais do Zetro e ele cumpriu seu papel com muito empenho! Tive a oportunidade de vê ao vivo dia 02 desse mês e foi simplesmente uma lição de violência, inesquecível! Uma pena eles não terem tocado nenhuma faixa desse novo álbum. Destaque para as faixas Blood In, Blood Out, Collateral Damage e BTK.” (Rafael Andrade, leitor – Ituitaba/MG)

“Muito bom, mas eu esperava mais, parece que perderam peso, a distorção ta bem mais ‘light’, e depois da faixa 5 o álbum fica mais singular.” (Diego Thrashwolf, guitarrista da banda Attomic Soldier)

“Achei um retorno triunfante, cheio de energia, vieram para quebrar os boatos que estavam rondando as novidades. Sem dúvidas, um dos melhores do ano para o estilo, o show em SP foi insano.” (Rodrigo Haru Bertevello, leitor)



“Excepcional. Me surpreendi demais pois não estava muito confiante com a volta do Steve Zetro. Um dos melhores e mais rápidos álbuns lançados nesse ano.” (Thiago Augusto, leitor – São Paulo/SP)

“Surpreendentemente bom, eu particularmente não estava confiante na volta do Zetro, mas parece que as músicas do “Blood In, Blood Out” foram feitas pra voz dele. E o instrumental, nem preciso falar, está incrível.” (Neto Morais, Clube do Heavy Metal - https://www.facebook.com/ClubeDoHeavyMetal)

“Um retorno digno de um vocalista que fez história no Thrash. Um álbum que transpira agressividade a cada segundo. O Exodus tem a capacidade de produzir aquilo que o fã mais quer: música pesada, rápida e anticomercial da melhor qualidade. Um dos álbuns mais esperados dos últimos tempos e um dos cinco melhores lançamentos do ano. Pague o que pedirem por ele, mas tenha esse disco!” (Ricardo Leite Costa, colunista do Música e Cinema - http://musicaecinema.com/)


“Eu sempre tive dificuldade em aceitar bem trocas de vocalista, eu sempre acabo associando determinada voz a banda, pra mim essa é a voz do Exodus, nada contra o antigo vocal, só uma questão de associação mesmo. Exodus dispensa comentários, ficou foda! Só ouvir alguns minutos da primeira faixa pra imaginar todo mundo se quebrando no show!” (Alexandre Rodrigues, multi instrumentista do Crushing Axes).

Entrevista



Gilson Rod é proprietário da agência Imperative Music e um verdadeiro batalhador e amante do underground. Há anos vem se dedicando ao trabalho e divulgação de bandas, e desde 2009 lança a coletânea que leva o nome de sua agência divulgando bandas de todo o mundo. Nada melhor que o próprio Gilson, para contar mais sobre seu trabalho e o que estar por vir.

Primeiramente gostaria que você se apresentasse Gilson, afinal conhecemos você somente como o mentor das coletâneas Imperative Music. (risos)
Gilson: Eu sou Brasileiro, tenho 40 anos e a minha entrada na música pesada iniciou quando eu tinha 12 anos de idade e meu irmão mais velho ouvia Kiss, praticamente eu preferia brincar de bola, jogar bolita, Atari (N.E.: empresa de produtos eletrônicos, e uma das principais responsáveis pela popularização dos video games), mas acabei acostumando e gostando, depois comecei a comprar os LPs (vinil) de bandas como Twisted Sister, Pink Floyd, Judas Priest, porém o que me fez cair de cabeça no Metal foi o fantástico e incrível álbum “Master of Puppets” do Metallica em 1986. Logo que foi lançado nos Estados Unidos, e deste então eu comecei a querer ouvir outras bandas de Thrash Metal, eu estava vivendo o momento quando Metallica, Slayer, Kreator, Sepultura estavam lançando os seus primeiros álbuns. Também eu devo ter comprado uns 200 fanzines, revistas como o Metal Forces, Metal Maniacs, Rock Brigade para ler as entrevistas das bandas e me corresponder com os fãs/headbangers. Eu fui editor de vários fanzines como The Book of Monarch, Alchemist Magazine, Metaled, Sound Riot, tive loja para vender material das bandas, e mais tarde, em Março de 1994, trabalhei na Gravadora Sound Riot Records, o primeiro serviço postal de vendas de CDs distribuindo material inédito das gravadoras como Misanthropy Records, Napalm Records, Osmose, Holy Records, Century Media, Nuclear Blast, Pagan Records, Cold Meat Industry, entre outras, também as Demo-tapes e compactos em vinil do Rotting Christ, Samael, Dark Tranquillity, My Dying Bride, Behemoth, sim, quando essas bandas estavam bem no começo, pequenas e desconhecidas no Brasil, a gente trouxe para cá este material para introduzir a música Underground no Brasil, e até o Black Metal foi a Sound Riot que deu nascimento a raiz, pois na época o pessoal estava mais ligado ao Thrash Metal e Death Metal. Eu era uma máquina assassina, fiz tudo e muita coisa pelo Underground e pela Cena Brasileira, dentro das minhas possibilidades e condições financeiras. A gravadora Sound Riot Records editou mais de 30 Bandas/CDs incluindo o Requiem (Finlândia), Chain Collector (Noruega), Frostmoon (Noruega), Svartsyn (Suécia) com edições europeias e japonesas dos CDs. Eu aprendi os lances de negociar a distribuição dos CDs nas lojas e distribuidoras, os esquemas que trabalhei para licenciar os CDs pela Massacre Records (Alemanha), Limb Music (Alemanha), Marquee Avalon (Japão), Soundholic (Japão), Stay Gold/Art Union Records (Japão) com contratos assinados e também como melhor divulgar/promover os lançamentos ao redor do mundo. Naquela era, o investimento por banda/lançamento foi de R$ 10 mil reais até R$ 30 mil reais, isso não foi apoiar as bandas? Infelizmente com a crise mundial, a baixa das vendas de CDs originais (como o pessoal baixava de modo gratuito os álbuns) a gravadora faliu e acabou em 2006, assim como muitas outras, mais de 50 Gravadoras que existiam naquela época, sumiram do mapa, e hoje em dia, podemos contar no dedo quem sobrou, apenas as grandes. Você sabe, para investir, as gravadoras precisam vender os produtos, pois parte é lucro e outra parte é para investimento futuros na prensagem dos CDs, pagar estúdio, masterização, capa, contador, taxas e taxas para o governo. Uma grande experiência de 12 anos. Então, nasce a Imperative Music em 2005 como Assessoria de Imprensa, fizemos trabalhos para bandas como Craving (Alemanha), Fadeout (Finlândia), Osukaru (Suécia), Territory (Uruguai). Então em maio de 2009 lançamos o primeiro volume de nossa Coletânea CD com distribuição e divulgação mundial, dando oportunidade para as novas bandas terem este serviço profissional para se lançar no mercado internacional. Atualmente eu faço faculdade de Administração; Comércio Exterior, mas ainda dedico o meu tempo e esforço com a cena do Metal, e organizando projetos juntamente com as parcerias aqui no Brasil e resto do mundo para manter o Metal vivo, e quem sabe, voltarmos aos velhos tempos e velhos hábitos de colecionar CDs originais, flyers, cartazes de shows, ir aos concertos das bandas underground, ter as t-shirts (camisetas) das bandas favoritas, trocar ideias e ouvir som no final de semana na casa dos colegas, isso era o Metal de antes. Eu sei que coisas novas e novas atitudes sempre surgem no mundo, e tudo foi e é difícil em se tratando da estrutura do Metal, mas estamos fazendo a nossa parte sem competir, pois o principal motivo é manter a existência do Metal, de um modo ou de outro! Eu sei que alguns novos fãs não sabem que algumas gravadoras, hoje em dia eles não pagam nada para as bandas no caso de despesas de estúdio, a própria banda que tem que pagar tudo, e como podemos ver, muitas bandas lançam independente, pois nem a gravadora quer pagar a prensagem do CD. Fica muito difícil para uma banda brasileira já que nossos salários são limitados, assim, você que estiver lendo essa entrevista ver uma banda pedindo doação em um website, ajude e compartilhe com o projeto, pois a coisa não é fácil e sua cooperação é essencial para manter o Metal.

Como você se iniciou no Metal? Enfim, na música underground?
Gilson: Bem, falar o dia e mês não me lembro direito (risos), mas algumas coisas começaram nos anos 90, colaborei numa rádio de Rock local, depois fiz os fanzines, comprei toneladas de LPs, Demos, EPs, CDs, abri loja, depois trabalhei na gravadora, no serviço postal de vendas materiais underground, e agora recentemente na Imperative Music.

E como surgiu a ideia de lançar a coletânea Imperative Music? Qual o objetivo disso?
Gilson: Eu estive por muitos anos em contato, negociando, trabalhando com empresas (gravadoras, distribuidoras, lojas, licenciadores e a mídia) da Europa, Estados Unidos, America do Sul e dos países asiáticos. Eu fiz uma fusão do que aprendi durantes esses anos nas várias experiências que tive na vida e no mundo da Música. Penso que a coletânea pode ajudar as bandas em muitos meios; ganhar novos fãs, reconhecimento na cena, serem entrevistados, vender o material deles, receber convite para participar em festivais ou shows, e até conseguir um contrato com uma gravadora. Muitas rravadoras como a Metal Blade, Century Media, Nuclear Blast Records pedem a biografia das bandas juntamente com o CD com as músicas da banda, por exemplo, se houver dados na biografia que dizem que a banda já fez 100 concertos no país inteiro, investe 2 horas por dia para divulgar e responder aos fãs da banda nas redes sociais, ensaia 2-3 vezes por semana, ter um vídeo-clip profissional, usar equipamentos bons... Todos os membros da banda pegam aula com professores profissionais para desenvolver e ampliar a sua musicalidade, t-shirts disponíveis, e claro, mencionar a grande divulgação e distribuição onde teve por parte da coletânea da Imperative Music faz o manager da gravadora ter uma noção que a banda já é reconhecida na cena e já foi ouvida por muitas pessoas, etc. O nosso objetivo é proporcionar algo profissional para as bandas relativo à exigência do mercado internacional.

Keflar (Holanda), uma das bandas participantes da coletânea

Quais as maiores dificuldades você encontra na hora de montar o cast das coletâneas? Como você contata as bandas?
Gilson: A confiança e negociação com as bandas tanto do Brasil como as estrangeiras tem sido muito boa, pois apresentamos e assinamos um contrato com todas as clausulas, garantindo segurança e compromisso sério. Quando a coisa é boa, todo mundo consegue ver e aceitar com naturalidade a nossa proposta, e como estamos aqui para apoiar a música que respeitamos, o “Metal/Rock”, temos paciência e habilidades para coordenar os que são experientes ou menos experientes. Na vida devemos entender que quando mais você sabe, não apenas você pode ser capaz de ensinar e ajudar, mas também aceitar que o outro tem o direito e todo o tempo do mundo para aprender aquilo que você levou anos estudando, planejando, trabalhando. Usamos o Facebook ou e-mail para estar em contato com as bandas.

As coletâneas Imperative Music contam com bandas já de renome no underground e, por outro lado, com nomes quase que desconhecidos. Você procura mesclar essas bandas?
Gilson: Eu aprendi lendo os fanzines e quando eu tive contato direto com muitas bandas grandes, eles apoiavam as bandas pequenas. Isso acontece na Suécia, a banda grande sai na fotografia vestindo uma t-shirt de uma banda nova, ou indica a banda para uma gravadora. Eu nunca gostei de competição e como aqui no Brasil é conhecida a tal da “panelinha”, nem sei se existe hoje em dia essa coisa ridícula, eu falo isso, pois temos que seguir o bom exemplo, a união é o fortalecimento da cena nacional. Aceitamos para de Heavy Metal ou as mais pesadas de Death Metal, Thrash Metal, etc. Sim, tivemos o Obituary (EUA) da Relapse Records e o Epica (Holanda) da Nuclear Blast Records no volume 8 e no volume 9 teremos outras boas surpresas! As novas bandas merecem a oportunidade, e a evolução musical vem com o tempo, então as bandas vão aprendendo o caminho certo para realizar as coisas.

Aliás, percebo que você tem dado uma atenção especial com as bandas asiáticas.
Gilson: No Japão e outros países daquele lado, eu consegui ter um relacionamento profissional muito bom, o povo é bem legal havendo seriedade, honestidade em tudo que se faz, então a Imperative Music está falando a mesma língua daquele povo (risos). Eu vejo eles quase como os brasileiros, temos muita criatividade, mas nos falta outras coisas, pois a perfeição da estrutura do Metal está nos Estados Unidos e Europa. Os outros continentes faltam ter melhores estúdios de gravação, um Wacken entende?

E como surgiu a oportunidade de ter o CD produzido nos EUA e masterizado na Alemanha?
Gilson: Meus contatos que tenho até hoje, desde os anos 90 e fazendo parcerias com a intenção de realizar um trabalho profissional.

Como funciona o trabalho de distribuição, já que a coletânea é distribuída no mundo todo?
Gilson: O CD é 100% gratuito, os fãs recebem junto com o catálogo de serviço postal das gravadoras, ou na loja, a pessoa não paga nada. Cada distribuidor recebe uma quantidade de CDs, enviamos para eles por Priority Mail pelos Correios.

Ethereal Sin, banda japonesa que participou da coletânea

Como tem sido a aceitação tanto do público, como da crítica para com a coletânea?
Gilson: Estamos no volume 9, a confiança e interesse apenas cresce e novas parcerias estão surgindo. O público acha interessante ouvir as novas bandas e uma coletânea com bandas do mundo todo, é só imaginar um cara na China, Alemanha ou Austrália ouvindo uma banda Brasileira, é algo exclusivo e raro, os japoneses mesmo adoram as bandas Brasileiras. A mídia em geral gostou da ideia desse projeto reunindo bandas de diferentes países e estilos musicais, e a qualidade da coletânea, já que é fabricado nos Estados Unidos, artwork e masterização profissionais. Cada um encontra pontos positivos, e estão divulgando com resenhas, compartilhando likes no Facebook.  

Você já pensou em lançar álbuns de bandas através da Imperative Music?
Gilson: Além da Imperative Music, eu estou fazendo a faculdade e outros estudos. O tempo fica completo todos os dias, acho que me falta o tempo para ter uma gravadora agora. Porém o meu papel no universo, fazendo as coletâneas é o que eu posso fazer neste momento para ajudar as bandas.

Foi anunciado no próximo volume a participação do Obituary no disco. Como aconteceu esse contato e como você se sente em trabalhar com essa lenda do Death Metal?
Gilson: Eu sou fã deles desde o primeiro álbum “Slowly We Rot” de 1989, e a gravadora deles, a Relapse Records eu conheço desde quando eles fundaram o selo, somos amigos por muitos anos, e fazendo negócios. Opa, é um grande prazer ter Obituary na coletânea da Imperative Music, e eles apoiando este projeto nosso, é uma assinatura de aprovação de grandes músicos e verdadeiros apoiadores do Metal, ainda que nós estejamos no Brasil e somos pequenos, o Metal é mundial, uma grande família, entende, um ajuda o outro. Essas são as bandas apresentadas na Imperative Music Compilation Cd - Volume 8; Epica (Holanda), Elephant (Brasil), Obituary (Estados Unidos), Killrazer (Australia), Fallen From Skies (Uruguay), Agni Kai (Macedonia), Guilty As Charged (Belgica), Fragmenta (Australia), Numbness (Brasil), Winterhearth (Canada), Spit (Brasil), Meltdown (Suiça), Seconds To End (Novo Mexico), Marenna (Brasil), Kingdom Stone (Brasil), Harry Loisios (Holanda) E Shepherd (Taiwan).

Outra notícia bombástica foi a de que a Nuclear Blast irá distribuir o volume 8. Como surgiu essa parceria com um dos maiores selos do Metal mundial?
Gilson: A Nuclear Blast é a maior gravadora de música pesada da Europa, que lançou grandes bandas e mantendo o seu objetivo e luta na preservação do Metal. Também, eu tenho contato com eles já alguns anos e experiências passadas. É com eu disse, a Cena do Metal é apoiar um e o outro, não importa quem é o maior e quem é o menor na história, somos uma grande família lutando e trabalhando pelo Metal mundial!

E quais as outras novidades da Imperative Music?
A Imperative Music está trabalhando no volume 9 da Coletânea para lançar em Nov/Dezembro de 2014. E na Coletânea CD volume 9, oficialmente, nós apresentaremos os Ingleses Devilment, a nova banda de Dani Filth do Cradle of Filth (Nuclear Blast Records) e a banda Abysmal Dawn (Relapse Records). Para 2015 continuaremos a lançar mais coletâneas, portanto, as bandas podem escrever e pedir o contrato, nós estamos aqui de portas abertas. Também voltaremos a prestar serviços de assessoria de imprensa, bandas podem ir escrevendo e pedir mais detalhes para divulgar a sua banda tanto no Brasil como no estrangeiro.

Obrigado pela entrevista Gilson. Pode deixar suas considerações finais.
Gilson: Vitor, muito obrigado pela oportunidade para apresentar este projeto da Imperative Music e as bandas que estão participando conosco. Também deixo meus agradecimentos a todas as outras pessoas que estão ajudando e apoiando, todos nós juntos manteremos o Metal vivo e fazendo muito barulho. Tudo é possível, acredite na sua música, faça o melhor e estaremos aqui para dar aquele empurrão para levar sua banda mais longe, a um nível profissional e internacional! Um abraço para todos!


Eternal Sex and War – “Negative Monoliths” – 2014 - Quality Steel Records/Shinigami Records (Nacional)

“Negative Monoliths”, segundo álbum deste trio italiano, foi lançado no Brasil graças à parceria entre a Shinigami Records e o selo alemão Quality Steel Records de Mål Schuster, guitarrista do King Fear. Isto é, teremos mais material de qualidade lançado por aqui.

O Eternal Sex and War investe em uma sonoridade rústica tendo como foco principal um Black Metal primitivo e enraizado. Mas, a banda formada por Thorshammer (vocal/guitarra), Gornhar (bateria) e Dr. Faustus (baixo) não se restringe somente ao Metal negro e ainda adiciona elementos de Death e Thrash Metal em suas composições.

A única coisa certa é que a banda não quer nada de atual na sua música. Guitarras nervosas, com riffs diretos aliadas a um baixo pesado e distorcido dão a base exata para Torshammer vociferar ‘urradamente’ seus quase vomitados vocais, fugindo um pouco da premissa, mas mantendo a extremidade.

Interessante a banda não apostar sempre na velocidade e continuar soando pesada mesmo em momentos mais cadenciados como na quase Doom Metal Hallucinated by the Ungod of Exile, que possui um riff repetitivo e alternância com momentos mais agressivos e rápidos.

Destaque ainda para Heretic Reaktor e Cyclone Demagogy. Resumindo, o Eternal Sex and War, além de suas características, irá agradar em cheio fãs de Master, Darkthrone e Celtic Frost.


8,0

Vitor Franceschini


Arte News

IMPERATIVE MUSIC: lendário Death no volume 9 da coletânea
A Coletânea da Imperative Music tem o prazer de apresentar uma música incrível de Death (EUA) para Volume 9! A Cena do Metal Underground Domina!!!


Inacreditável, a banda Death vai fazer parte da Compilação, a banda de Death Metal mericano mais grandiosa aparecerá no volume 9 da Imperative Music Compilation CD.


Sem dúvida uma das mais importantes e influentes bandas de Metal que já saiu do continente Norte-Americano, DEATH da Flórida se reuniram no final de 1983.


A Gravadora Relapse Records (Estados Unidos) tem relançado os álbuns do Death, para cooperar com a real Cena do Metal Underground e honrar a memória de Chuck Schuldiner, decidimos colocar uma música de Death na Coletânea vol. 9! Um dever para todos os fãs de metal extremo!


Os álbuns do DEATH foram lançados por grandes gravadoras, tais como: Combat Records, Relativity, Roadrunner, Nuclear Blast, Relapse Records. O DEATH já vendeu mais de três milhões de álbuns em todo o mundo e um milhão nos Estados Unidos !!!


Algumas outras bandas que serão apresentados no volume 9 são:


DEVILMENT, Inglaterra (Nuclear Blast Records) com Dani Filth do Cradle of Filth.
AGRESSOR, Rio de Janeiro, BRASIL.
ETERNAL PUTREFACTION, São Paulo, BRASIL.
HAMMATHAZ, São Paulo, BRASIL.
INHERITOURS, Rio Grande do Sul, BRASIL.
PANTÁCULO MÍSTICO, Ceará, BRASIL.
ABYSMAL DAWN, USA (Relapse Records).
SOUTHERN, Rio Grande do Sul, BRASIL.
FAINTEST HOPE, Tokyo, JAPAN.


* Atenção, vamos apresentar mais ou menos 18 bandas no CD. Entre em contato para participar neste volume!


IMPERATIVE MUSIC tem a missão de promover e apoiar Bandas de Rock Metal!

Email:
imperativemusicagency@gmail.com
Facebook:
https://www.facebook.com/imperativemusic


MÁRIO KOHN participa da 8ª Tarde do Rock de Itatiba

No próximo dia 25 de outubro, acontece em Itatiba a 8ª Tarde do Rock.

O evento está marcado para acontecer a partir das 14h, no Salão Itatiba  Esporte Clube. Nesta edição, o evento contará com a participação de Detonator e as Musas do Metal e a banda Rock Top (clássicos do Rock) cujo vocalista é Mário Kohn, que também faz parte da banda Eyes Of Gaia.

A Tarde Rock contará também com as bandas: Black Rosie (Ac DC Cover), Tributo ao System Of a Down, Jack Tatu (rock anos 80), Katiaflavia (Hard Rock), The Traveling Drunks (Rock’n’ Roll) e os professores e alunos da escola Música e Evolução.

Serviço:

O que: 8ª Tarde do Rock

Onde: Itatiba Esporte Clube – Rua Pizza e Almeida,592

Horários: a partir das 14h

Ingressos:
- Inteira: R$30,00
- Promocional: R$20,00 + 1 kg de Alimento Não Perecível
- Estudante: R$15,00
- Sócio: R$10,00

Obs: Faixa Etária:
- 16 anos – entrada livre
- 14 e 15 anos – acompanhados de maior responsável


UNMASKED BRAINS: Videoclipe será lançado nesta quinta-feira
O primeiro videoclipe da banda carioca UNMASKED BRAINS, para a música “The New Order of Disorder”, será lançado nesta quinta-feira, através de um evento no Facebook a partir das 20h. De acordo com o guitarrista/vocalista Reinaldo Leal, o resultado final da produção, a cargo da CS Music Videos, ficou “absurdamente acima do esperado!”. A música faz parte do debut “Machina”, que será lançado em alguns dias. Para Reinaldo, a concepção visual da banda, em todos os aspectos, aliado ao som extremamente original, chamado de “All Metal”, se casou perfeitamente: “Procuramos criar algo único e de qualidade, mas que seja impactante e que mostre nossa identidade visual Tenho certeza que a união destes fatores deixarão os headbangers empolgados para os shows que virão!”. Um teaser do clipe foi disponibilizado, no seguinte link: http://youtu.be/tEh2JqyBULE

Evento com todas as informações:

“Machina” pode ser ouvido na integra aqui:

As próximas apresentações ocorrerão nos próximos dias. O primeiro show será no “Rock Na Praça” em 25/10 (Rio Bonito/RJ) e no lançamento do EP "Catch Me If You Can", da banda Melyra, no dia 16/11 (Lapa/RJ).

Contatos:


FORKILL: Mudança de formação e show com o Destruction
Prestes a finalizar as composições para o novo álbum, intitulado “Old Skulls”, os thrashers do FORKILL anunciam a entrada do baterista Alex Fersan (ex-Sadom, Cavalast, Dreadnox, Sodomizer e Sevciuc) no lugar de Mark Costa. Velho conhecido dos bangers cariocas, Alex foi a escolha certa, declara o guitarrista Ronnie Giehl: “Ele é um cara com muita experiência e com uma grande bagagem por várias bandas daqui, o que para nós é muito bom, pois somará influências neste novo trabalho. No primeiro ensaio ele já pegou cinco músicas e quebrou tudo!”. Além de Ronnie e Alex, o FORKILL conta hoje com o guitarrista e vocalista Joe Neto e com o baixista Gus N.S., e com este time pretendem colocar o Teatro Odisséia abaixo, em show com oDESTRUCTION, no qual são convidados especiais.

Confirmado para o dia 10/12, o show dos alemães faz parte da turnê de divulgação do álbum “Spiritual Genocide”, enquanto oFORKILL divulga as faixas do debut “Breathing Hate”, além de novas composições.

Informações completas no evento: https://www.facebook.com/events/455277867947205


Contatos:


KANSAS encerrando tour pelos EUA antes de vir ao Brasil
Com o prestigio de estar encerrando extensa e bem-sucedida turnê tocando nas principais casas de espetáculos dos EUA, o lendário grupo norte-americano Kansas deve desembarcar na América do Sul em plena forma.

Phil Ehart (bateria), Billy Greer (baixo/vocal), David Manion (teclado), Ronnie Platt (vocal/teclado), David Ragsdale (violino/guitarra) e Richard Williams (guitarra) estão prestes a arrumar as malas rumo ao Brasil para dois importantes shows: Rio de Janeiro (20/11 – Vivo Rio) e São Paulo (21/11 – HSBC Brasil). Esta é a primeira vez que a banda toca em ambas as capitais, em 40 anos de carreira.

Com uma lista de hits absolutos como "Dust in the Wind”, Carry on Wayward son”, “Point of Know Return”, “Play the game tonight” e “People of the South Wind”, e uma série de álbuns que se tornaram clássicos  como “Leftoverture” (1976), o próprio full lenght “Point of Know Return” (1977) e “Monolith” (1979), a banda se estabeleceu como um fenômeno global. No repertório, os músicos ainda podem incrementar o setlist com outras diversas surpresas.

Os ingressos continuam à venda através do site
http://www.ingressorapido.com.br/BuscaPrincipal.aspx?pesq=Kansas. Mais informações no serviço abaixo.

A agenda da banda consiste nas seguintes datas:
19/10 – Scottish Rite Auditorium – Collingswood, NJ – EUA
24/10 – Wild Horse Pass – Chandler, AZ – EUA
31/10 – Morris Performing Arts Center – South Bend, IN – EUA
01/11 – Arcada Theatre w/ Arc & Stones – St Charles, IL – EUA
13/11 – Carnival Cruise Lines Fantasy – Nassau, Bahamas
14/11 – Carnival Cruise Lines Sensation – Nassau, Bahamas
19/11 – Music Hall BH – Belo Horizonte, Brasil
20/11 – Vivo Rio – Rio de Janeiro, Brasil
21/11 – HSBC Brasil – São Paulo, Brasil
23/11 – Teatro Caupolican – Santiago, Chile

O Kansas é uma verdadeira unanimidade do rock mundial. Certificado com oito discos de ouro, três álbuns sêxtuplo-platina (Leftoverture, Point of Know Return, Best of), um álbum ao vivo de platina (Two for the Show) e o single "Dust in the Wind”, que vendeu mais de um milhão de cópias e ganhou disco de ouro.

O Kansas também figurou nas paradas da Billboard por mais de 200 semanas ao longo dos anos 70 e 80, tocou para arenas lotadas e estádios em toda a América do Norte, Europa e Japão. E conseguem ir mais longe ainda, "Carry On Wayward Son" foi a segunda música mais executada nas rádios de Classic Rock em 1995 e, chegou ao topo das rádios em 1997.

Apesar de longos anos na estrada, o Kansas continua firme e forte em turnês pelo Mundo, se apresentando para grandes e entusiasmadas plateias e até hoje continua a em destaque nas principais rádio do Mundo.

Além disso, a banda atingiu um público totalmente novo através de jogos como Rock Band e Guitar Hero, e através da inclusão de músicas em vários programas de TV como “Supernatural” e “South Park”, e filmes como “Old School” e “Anchorman”.

Links relacionados:
https://www.facebook.com/KansasBand
https://www.facebook.com/8x8Live
http://www.vivorio.com.br
http://www.hsbcbrasil.com.br
http://theultimatemusic.com 

KANSAS – 40th Anniversary Tour

Serviço Rio de Janeiro
Local: VIVO RIO
Data: 20 de novembro de 2014
Endereço: Av. Infante Dom Henrique, 85 - Parque do Flamengo
Telefone: 21 2272.2901
Abertura da casa: 20h | Início show Kansas: 22h
Classificação etária: 16 anos
Capacidade: 4 mil lugares
Facebook:
http://www.facebook.com/VivoRioRJ | Twitter: @vivo_rio
Setor VIP – R$ 350,00 | Setor VIP (meia entrada) - R$ 175,00
Setor 1 – R$ 270,00 | Setor 1 (meia entrada) – R$ 135,00
Setor 2 – R$ 200,00 | Setor 2 (meia entrada) – R$ 100,00
Setor 3 – R$ 120,00 | Setor 3 (meia entrada) – R$ 60,00
Setor 4 – R$ 100,00 | Setor 4 (meia entrada) – R$ 50,00
Camarote A – R$ 380,00 | Camarote (meia entrada) – R$ 190,00
Camarote B – R$ 290,00 | Camarote (meia entrada) – R$ 145,00
Frisas – R$ 300,00 | Frisas (meia entrada) – R$ 150,00
Balcão – R$ 190,00 | Balcão (meia entrada) R$ 95,00

Bilheteria do VIVO RIO – Rua Infante Dom Henrique, 85.
Horário de Atendimento: segunda a sábado: 12h às 21h e domingo e feriados: 12h às 20h.
Compra por telefone - Ingresso Rápido - Tel: 4003 -1212
Horário de atendimento: segunda a sábado das 9h às 22h e domingo das 12h às 20h.
Compra pela Internet (
www.vivorio.com.br | www.ingressorapido.com.br
Pontos de venda:
http://www.ingressorapido.com.br/PontosVenda.aspx)
Taxa de conveniência (internet e telefone): R$ 30 por compra. Na bilheteria não há taxa de conveniência
Meia-Entrada: Estudantes, Professores da Rede Pública do Município do Rio de Janeiro e maiores de 60 anos são beneficiários de desconto de 50%. A venda de meia-entrada é direta, pessoal e intransferível e está condicionada ao comparecimento do beneficiário aos pontos de venda, munido de documento original que comprove condição prevista em lei. É obrigatória a apresentação dos documentos também na entrada do espetáculo.
Estacionamento com manobrista
Aceitamos dinheiro e cartões de débito e crédito (Visa, Mastercard, Credicard e Diners)
Não aceitamos cheques
Acesso para deficientes físicos
Ar condicionado

Assessoria de Imprensa VIVO RIO
Fernanda Reis - (21) 2272-2904 | 7712-9256 | 11*1027276 |
imprensa.rj@grupotombrasil.com.br

Imprensa Kansas
Informações:
contato@8x8live.com
Imprensa: 11 9 6419.7206 |
press@theultimatemusic.com

Serviço São Paulo
Data: 21 de novembro de 2014
Local: HSBC Brasil
Endereço: Rua Bragança Paulista, 1.281
Abertura da casa: 20h | Início show Kansas: 22h

BILHETERIA
Setor VIP – R$ 350,00 | Setor VIP (meia entrada) - R$ 175,00
Setor 1 – R$ 280,00 | Setor 1 (meia entrada) – R$ 140,00
Setor 2 – R$ 270,00 | Setor 2 (meia entrada) – R$ 135,00
Setor 3 – R$ 200,00 | Setor 3 (meia entrada) – R$ 100,00
Setor 4 – R$ 120,00 | Setor 4 (meia entrada) – R$ 60,00
Camarote – R$ 380,00 | Camarote (meia entrada) – R$ 190,00
Frisas – R$ 300,00 | Frisas (meia entrada) – R$ 150,00
Cadeira alta – R$ 280,00 | Cadeira alta (meia entrada) R$ 140,00

Informações e compra de ingressos:
# BILHETERIAS HSBC BRASIL - Rua Bragança Paulista, 1281 / Chácara Santo Antônio.
(Horário de atendimento até o dia 23/12: segunda a sábado, das 10h às 21h e domingos e feriados, das 10h às 20h)
# COMPRA POR TELEFONE - Ingresso Rápido - Tel: 4003-1212
(Horário de atendimento: segunda a sábado, das 9h às 22h)
(Formas de Pagamento: cartões de crédito Visa, Mastercard, Credicard, Diners);
# COMPRA PELA INTERNET
(
www.hsbcbrasil.com.br | www.ingressorapido.com.br)  
(Formas de Pagamento: cartões de crédito Visa, Mastercard, Credicard, Diners);
# PONTOS DE VENDA CAPITAL, INTERIOR E OUTROS ESTADOS
Consultar www.ingressorapido.com.br
Taxa de Compra através da Ingresso Rápido
Compra em ponto-de-venda: 15% do valor do ingresso
Entrega em domicílio Grande São Paulo: R$ 15,00
Entrega em domicílio São Paulo Capital: R$ 10,00
Retirada na bilheteria: R$ 5,00

Para a compra de ingressos para estudantes, aposentados e professores estaduais, os mesmos devem comparecer pessoalmente portando documento na bilheteria respectiva ao show ou nos pontos de venda da Ingresso Rápido. Esclarecemos que a venda de meia-entrada é direta, pessoal e intransferível e está condicionada ao comparecimento do titular da carteira estudantil no ato da compra e no dia do espetáculo, munido de documento que comprove condição prevista em lei.
Classificação etária: 14 anos: 14 anos (desacompanhados). Menores dessa idade somente acompanhados dos pais ou responsáveis.
Duração: Aproximadamente 1h30
Capacidade: 4 mil lugares
Acesso para portadores de mobilidade reduzida:
http://www.hsbcbrasil.com.br/acessibilidade
Aceitamos dinheiro e cartões de débito e crédito (Visa, Mastercard, Credicard e Diners)
Não aceitamos cheques
Acesso para deficientes físicos
Ar condicionado

Assessoria de Imprensa – HSBC Brasil
Cristiane Batista -
Imprensa.sp@grupotombrasil.com.br | 11 5646-2109

Informações Kansas :
contato@8x8live.com
Imprensa: 11 9 6419.7206 |
press@theultimatemusic.com 


LEFT HAND: trabalhar com Pompeu e Heros foi um aprendizado
O baterista Hugo Castor e o guitarrista Rafael Souza, da banda carioca LEFT HAND, participaram do programa Rock Mania no último dia 11/10. Os músicos falaram sobre a formação e início das atividades do grupo, o cenário para shows na região no estado do Rio de Janeiro, lançamento do EP “Scientifical Plague” (2013), influências, como foi trabalhar com Marcelo Pompeu e Heros Trench e mais! Acesse o link abaixo para escutar a entrevista completa, além das músicas “Scientifical Plague”, “Fire of Straw”, “Submission”, “Last Bitter Tear” e “Countdown For A Life”.


Links relacionados:


SUPERSTITIOUS: novo álbum “Ride On The Stars” para audição
O SUPERSTITIOUS disponibilizou o novo álbum de estúdio “Ride On The Stars” para audição no site oficial. O disco apresenta a banda em nova fase, unindo várias influências, dentre elas Hard Rock, AOR, Melodic Rock e Classic Rock. Confira também o tracklist abaixo.


01. Ride on the Stars
02. Sometimes you Cry
03. The End of the Age
04. Goodbye
05. Phoenix
06. Naughty Dancing
07. Black Cat Heart
08. Freedom Cry
09. Errors of my Way
10. Have you Ever
11. My Lady
12. Obsession
13. War Memories

Links relacionados:


MX: Show no “Halloween In Hell III” em SP, neste sábado.
“Banda toca com as bandas Woslom, Nervosa, Infector Cell e No Way”
Neste sábado, 25/10, o MX será a atração principal da terceira edição do “Halloween In Hell”, que acontecerá no Espaço Império Lapeano (Av. Mofarrej, 471, Vila Leopoldina – São Paulo), à partir das 15h.

Além do MX, se apresentam as bandas Woslom, Nervosa, Infector Cell e No Way. Na ocasião, que for fantasiado, pode concorrer a kits das bandas (*Fantasia não obrigatória). Para quem gosta, as bebidas serão vendidas a preços promocionais (veja serviço abaixo!)
O MX estará com seu merchandising completo à venda no local.

Nesta semana o MX está participando de uma edição especial do Wikimetal, a número 200, no quadro “Orgulho Nacional”. Ouça:

Assista o vídeo das gravações de “Fighting For The Bastards” com a participação de João Gordo (Ratos de Porão):

Serviço:
“Halloween In Hell III”
Bandas: MX, Woslom, Nervosa, Infector Cell e No Way
Dia: 25/10 (sábado)
Horário: 15h
Local: Espaço Império Lapeano
Endereço: Av. Mofarrej, 471, Vila Leopoldina – São Paulo (ao lado da estação de trem Leopoldina, embaixo do viaduto Mofarrej, próximo ao Ceasa)

Estacionamento no local
A melhor fantasia ganhará prêmio
(Fantasia não obrigatória)
Bebidas a preço promocional

Ingressos: R$ 15 (antecipado) / R$ 20 (na porta)

Siga o MX nas redes sociais:


TAMUYA THRASH TRIBE: Banda fará show acústico no RJ em novembro
O Tamuya Thrash Tribe estará apresentando as músicas de seu primeiro trabalho, “United”, além de outras que estarão no novo trabalho (em fase de pré-produção), no formato acústico.

O que pode parecer inusitado para alguns, soa inovador para outros, uma vez que o grupo investe no thrash com pitadas de death metal.

O show acontecerá no dia 09 de Novembro (domingo), às 18h, no Calabouço Heavy & Rock Bar (Rua Felipe Camarão, 130, Tijuca, Rio de Janeiro), com o nome de “Unplugged Live Sessions).

Na ocasião, além do Tamuya Thtash Tribe, se apresentam as bandas convidadas, DMB4 (Dave Mathews Band Tributo) e Walk The Line (country, folk e rock – repertorio especial memorial Johnny Cash)

A banda já havia feito uma apresentação nesse formato, e como o resultado foi além das expectativas, resolveram dar continuidade.

Serviço:
“Unplugged Live Sessions”
Bandas:
Tamuya Thrash Tribe
DMB4 (Dave Mattews Band Tributo)
Walk the Line (Country, Folk e Rock - Repertório Especial Memorial Johnny Cash)

Local: Calabouço Heavy & Rock Bar
End.: Rua Felipe Camarão 13, Vila Isabel
Horário: 18h.
Ingresso: R$15,00

Siga a página do evento no Facebook:

Sites relacionados:


D.R.I.: show no RJ com as bandas Confronto e Uzômi.
O D.R.I. tocará no Rio de Janeiro no dia 13/11, ao lado das bandas Confronto e Uzômi. O show acontecerá no Teatro Odisséia.

Para essa tour, o D.R.I. – que é considerado o pai do crossover – virá com uma novidade; o baterista Brandon Karns, que substituiu Rob Rampy. Dessa vez os fãs também podem comemorar a vinda de Spike Cassidy, lendário guitarrista (e um dos fundadores da banda, ao lado do vocalista Kurt Brecht), que não veio ao Brasil no ano passado, porque estava se tratando de uma tendinite. O grupo se prepara para o lançamento de um EP, o primeiro registro em estúdio desde o álbum “Full Speed Ahead” de 1995.

Siga a página do evento no Facebook:

Serviço:
D.R.I. no Rio de Janeiro
Local: Teatro Odisséia (Av. Mem de Sá, 66, Lapa, Rio de Janeiro/RJ)
Dia: 13/11/2014
Horário: 20h
Abertura: Confronto e Uzômi

Ingressos:
R$ 70,00
Meia entrada* e Promocionais**

R$ 140,00
Inteira e Porta

Meia entrada
* 40% da capacidade, permitido para estudantes, idosos, professores da rede pública e doadores de sangue mediante apresentação de carteira oficial do ano letivo.

Promocional
** Lote limitado a quantidade e ao status da promoção.
Permitido a todos os perfis.

(sem taxa de conveniência, até dia 15 de outubro)

Pontos de venda (Sem Taxa de Conveniência)
(A venda desde dia 05/10)
• Sempre música (Ipanema) – Tel: 25239405
• Sempre música (Catete) - 22656910
• Scherazade (Tijuca) – Tel: 25691250
• Hard´Heavy (Flamengo) – Tel: 25522449


Produção: Open The Road Management:


NECROBIOTIC: nova parceria com Horde of Demons para tratar agenda de shows
A mais nova parceria da banda, conta agora com a força e experiência da Horde of Demons, tradicional produtora de Marília-SP. Como lançamento de “Death Metal Machine“, a agenda acabou sendo ampliada e tomando uma demanda de tempo maior, assim sendo, a produtora assume a parte de agendamento de shows.

Entre em contato e contrate a banda nos contatos abaixo:


Escute o single de “Apenas Um Primata”:


Curta e acompanhe a banda do Facebook:



ARIEL COELHO inicia segundo módulo do curso de técnica vocal aplicada ao Rock
Acontece em São Paulo, no dia 25 de outubro, o segundo módulo do Curso de Formação Livre em Técnica Aplicada ao Rock, ministrado pelo professor e pesquisador Ariel Coelho.
Neste módulo, Ariel falará sobre:

 Sistema de Apoio Diafragmático (SAD);
 Anátomo-Fisiologia Respiratória;
 Funções do SAD (Introdução à Teoria da Pressurização Subglótica);
 Técnicas de Respiração Versus Técni-cas de Apoio Diafragmático;
 Técnicas de Reposição de Ar (Introdução à Teoria da Inspiração Inercial);
 Fisiologia Laríngea e Vocalizes (sistematização teórico-metodológica).

O curso está sendo realizado na Faculdade Souza Lima, um sábado por mês, das 13h30 às 17h30. Ao término do curso os alunos receberão certificado.

Serviço:
O que: Curso Livre de Formação em Técnica Vocal Aplicada ao Rock
Quando: 25 de outubro, das 13h30 as 17h30
Quanto: R$450,00 por mês
Onde: Faculdade Souza Lima - Rua José Maria Lisboa, 745 - São Paulo

Próximas datas:
MÓDULO 03 -  22 de novembro de 2014
MÓDULO 04 - 13 de dezembro de 2014
MÓDULO 05 - 17 de janeiro de 2015
MÓDULO 06 - 21 de fevereiro de 2015
MÓDULO 07 - 28 de março de 2015
MÓDULO 08 - 25 de abril de 2015
MÓDULO 09 - 23 de maio de 2015
MÓDULO 10 - 27 de junho de 2015


KILLER BE KILLED: Max Cavalera e músicos do Mastodon e The Dillinger Escape Plan no Brasil

O mais novo projeto do lendário Max Cavalera (ex-Sepultura, atual Soulfly e Cavalera Conspiracy) intitulado KILLER BE KILLED já está disponível no mercado brasileiro pela Nuclear Blast Brasil.

Os amigos Max Cavalera e Greg Puciato (The Dillinger Escape Plan) passaram três dias no deserto compondo e trabalhando nas músicas. Tudo com a mesma bateria eletrônica e o mesmo gravador de quatro canais que Max tinha usado no SEPULTURA no álbum ‘Chaos AD’.

Depois de recrutar o baterista Dave Elitch (ex-The Mars Volta) e o baixista/vocalista Troy Sanders (Mastodon), o KILLER BE KILLED tornou-se uma banda de verdade em um pequeno estúdio de ensaios.

Sob o olhar atento do produtor Josh Wilbur (LAMB OF GOD e GOJIRA) ele gravaram o álbum de estreia.

“Este é um projeto muito especial. É uma coisa única com um grande potencial”, afirma Cavalera.”O álbum é uma mistura de músicas pesadas, rápidas e melódicas. É um pouco de BLACK SABBATH ,um pouco de Thrash Metal, um pouco de Hardcore e Punk“, explica Puciato.

Dois videoclipes foram lançados, confira:

https://www.youtube.com/watch?v=kVE2GFvQhyM

https://www.youtube.com/watch?v=qg3mhoHjdXE

O álbum, autointitulado, contém onze faixas que conseguem com maestria mesclar todos os estilos destes grandes músicos de forma única.

O trabalho já está à venda em todas as grandes lojas de discos do Brasil.

Lojistas interessados em receber o catálogo da Nuclear Blast Brasil entrem em contato pelo e-mail:
nuclearblastbrasil@mti-enter.com


ARKADIA lançará seu novo álbum em novembro
A banda de Metal melódico Arkadia irá lançar seu novo álbum no próximo dia 7 de novembro. O álbum foi produzido por Samu Oittinen no Fantom Studio, na Finlândia, e se chamará “Unrelenting”. O trabalho sairá via Inverse Records.

Confira abaixo alguns vídeos da banda:

Confira também algumas datas que a banda fará em sua terra natal:
03.10.2014 Hyvinkää, Bar Zoom

04.10.2014 Aura, Haarikka

24.10.2014 Seinäjoki, Joupiska

25.10.2014 Oulu, Musa-Vintti

07.11.2014 Tampere, Pub Keidas

08.11.2014 Orivesi, Pub Sarianne

13.11.2014 Helsinki, Bar Loose

15.11.2014 Espoo, El Armadillo

28.11.2014 Turku, Portti

29.11.2014 Ilmajoki, Artti

Mais informações:


PANZER FEST: festival contará com o apoio da Randall Amplifiers

Além de contar com alguns dos melhores nomes do Metal nacional, em uma das principais casas de shows de São Paulo, o PANZER FEST contará com uma adição de peso: o backline será fomentado pela empresa Randall Amplifiers.

A Randall é uma das marcas multinacionais líder no mercado de amplificadores e efeitos de primeira linha, representada por músicos de bandas como Metallica, Anthrax, Dimmu Borgir, entre outros.

Conheça mais do trabalho da empresa no Brasil: http://www.sunsetmusic.com.br/linhas.aspx?Cd=11

O PANZER FEST acontecerá no dia primeiro de novembro e volta ao local da primeira edição, o Cine Joia.

Além do próprio PANZER, as bandas do evento serão Genocídio, Salário Mínimo, Blasthrash, Ancesttral e Circle of Infinity. Também haverá jams especiais com as bandas Hellarise e Woslom. Para a abertura do evento foi convidada a banda Sinaya. O festival contará também com a apresentação de Vinicius Neves.

O evento acontecerá no dia primeiro de novembro e volta ao local da primeira edição, o Cine Joia.

Quanto custa?
Antecipado: R$25,00 e concorre a um super kit do Panzer.
Na porta do evento: R$25,00.
Para comprar os ingressos antecipados:
Na Galeria do Rock, loja Rock Land, primeiro andar, loja: 262
Na Teodoro Sampaio, Pinheiros -SP – 825- com Rafael.
No estudio Dual Noise, Rua Alves Guimarães -538- Pinheiros –SP
Compra online: http://cinejoia.tv/ingressos

Entrada de menor de idade:
Menores de 18 anos, mas acima de 16, entram apenas com autorização assinada pelo pai ou mãe, reconhecida em cartório, acompanhado de maior de 18 anos. Baixe a autorização no link:
http://www.mediafire.com/view/d36h146d40lgc2d/panzerfest_autorizacaoparamenores.pdf

Como chegar:
De metrô: desça no metrô Liberdade, atravesse a praça ao lado da estação do metrô e dirija-se à Praça Carlos Gomes, o Cine Joia fica a 5 minutos a pé do metrô. O evento acabará antes da 1:00, podendo o usuário de metrô voltar para casa tranquilamente.
De carro: ao lado do Cine Jóia existem estacionamentos pagos particulares.

Horário do evento:
A casa abre às 18:00 e a primeira banda entra pontualmente às 18:30, chegue cedo, pois o evento começa cedo e NÃO AVANÇA pela madrugada.

Merchandising das bandas:
Haverá um ponto de venda de materiais das bandas no Panzer Fest.



NUESTRO ODIO: segunda parte do ‘Studio Report’ está disponível

O NUESTRO ODIO continua no Lau Studio onde grava seu debut álbum ‘Terra de Santa Cruz’ e acaba de disponibilizar mais um vídeo do ‘studio report’.

Neste vídeo, o foco está nas cordas. Nas guitarras de Denis Alvim e no baixo de Tiago Rocha, assista:

https://www.youtube.com/watch?v=1LpvUypVkIE

Anteriormente, um ‘studio report’ da bateria já tinha sido lançado, confira:

https://www.youtube.com/watch?v=O3AVzZZhoFs

‘Terra de Santa Cruz’ está previsto para este ano e contará provavelmente com sete músicas. Uma faixa em pre-mix também foi apresentada pelo grupo:

www.soundcloud.com/lau-estudio/nuestro-odio-hipocrisia-teste-de-mix-lau-estudio

Formado em 2006, o NUESTRO ODIO sempre se preocupou em passar mensagens fortes nas letras sobre política, posições sociais e alienação, tomando por base, frases de fácil interpretação e refrães fortes. As principais influências são as vertentes do Metal misturadas impiedosamente com o Hardcore.

Contato para shows e merchandise: leonardo-no@hotmail.com

Sites relacionados:
www.nuestroodio.com.br
www.facebook.com/NuestroOdio
www.metalmedia.com.br/nuestroodio



TELLUS TERROR: shows com o Behemoth serão gravados

O TELLUS TERROR vai aproveitar os shows ao lado do lendário BEHEMOTH para registrar em vídeo suas apresentações para serem usadas posteriormente em algum material ainda não divulgado.

Em São Paulo, serão apenas cenas de ‘making of’, já no Rio de Janeiro, casa da banda, será filmado o show completo. A filmagem será feita pela empresa CS Musc Videos.

O TELLUS TEEROR abre dois show do BEHEMOTH no Brasil: em São Paulo e no Rio de Janeiro. O show em São Paulo acontece no dia 08 de Novembro de 2014, na casa de shows Carioca Clube. Já no Rio o show acontece no dia 09 de Novembro de 2014, na casa de shows Circo Voador na Lapa.

Estes shows marcarão não apenas o debut da banda nos palcos, mas também o lançamento oficial de ‘EZ Life DV8’, álbum recém-disponibilizado ao público e que vem chamando atenção por onde passa.

E não poderia ser diferente todo este interesse gerado. A banda mergulhou profundamente em seu conceito de MMS (Mixed Metal Styles) e abriu parcerias com alguns dos melhores profissionais do ramo no mundo.

Toda a gravação das músicas foi feita no Brasil, nos estúdios Visom Digital Brazil e AM Studio, ambas no Rio de janeiro. A produção deste lado do oceano ficou por conta de Felipe Borges, TELLUS TERROR e Fernando Campos.

Na Europa, os suecos Fredrik Nordström e Henrik Udd (Dimmu Borgir, In Flames, At the Gates, Arch Enemy, Dark Tranquillity, Soilwork, Opeth, Sabaton, Rotting Christ, Septic Flesh), cuidaram da mixagem e masterização de ‘EZ Life DV8’.

Pat Power – baterista do Dream Evil e engenheiro de som do Dimmu Borgir, The Haunted, Firewind, Suspiria, entre outros – cuidou dos ‘click corrections’ da bateria.

Para a capa e encarte, as ideias viajaram para a Grécia, onde o artista Seth Siro Anton (Nile, Paradise Lost, Exodus, Rotting Christ) as transformou em realidade.

Aos interessados em comprar o disco diretamente com o TELLUS TERROR podem fazer pelo e-mail:tellusterror@tellusterror.com.br

O CD também já está disponível através dos distribuidores oficiais, Shinigami Records, HMR (Heavy Metal Rock) e Thrash S/A, em lojas por todo Brasil e pela Rússia, Canadá, México e Argentina.

Confira os dois lyric videos retirados do trabalho:

https://www.youtube.com/watch?v=xozSTByECXA

https://www.youtube.com/watch?v=Ed02dSbtoQQ

Contato: tellusterror@tellusterror.com.br

Sites relacionados:
www.tellusterror.com.br
www.facebook.com/tellusterror
www.metalmedia.com.br/tellusterror



ORCKOUT: banda procurando novo guitarrista


A banda bauruense ORCKOUT anuncia o desligamento do guitarrista Danilo Ariosi e está à procura de um substituto.

O vocalista Jucke nos conta o porquê da saída de Danilo e agradece ao antigo parceiro todo o tempo dedicado:

“O Danilo vinha enfrentando problemas para conciliar as coisas da família com as da banda e isso foi se afunilando até o ponto onde achamos melhor, pelo bem da banda, conversar e colocar a ele a opção de escolha caso não conseguisse a conciliação entre as partes.

Como ele não tem como fazer essa conciliação no momento, preferiu sair, já que não encontramos um meio termo.

A saída foi amigável e necessária para que pudéssemos dar continuidade aos anseios e metas estipuladas pela banda de forma mais rápida e eficaz.”

Agora o ORCKOUT está procurando um novo guitarrista. O candidato deve morar na região de Bauru, ter um bom conhecimento do instrumento e disponibilidades para ensaios e gravações.

Interessados na vaga podem entrar em contato pelo e-mail orckout@hotmail.com ou diretamente no Facebook (www.facebook.com/orckout).

Formado em 2004, o ORCKOUT pratica uma mistura de gêneros, onde podemos encontrar influências de Stoner, Thrash e mesmo de Heavy Metal Tradicional. A banda já lançou dois álbuns, sendo o mais recente, ‘[D]Generation’, extremamente bem recebido pela mídia especializada.

O grupo prepara o novo disco e busca no novo guitarrista o parceiro ideal para a nova empreitada.

https://soundcloud.com/metalmedia/orckout-the-bloodiest-day

Contato para shows e merchandise: orckout@hotmail.com

Sites relacionados:
www.orckout.com
www.facebook.com/orckout
www.metalmedia.com.br/orckout


Obs.: As notas publicadas nesta seção são de responsabilidade das assessorias das bandas/artistas.

Vitter

VITER - official site